Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Androids & Demogorgons

TV KILLED THE CINEMA STAR

Androids & Demogorgons

TV KILLED THE CINEMA STAR

Se Não For Pedir Muito, Façam Petições Sobre Isto Também

No momento em que publico este texto, 987 358 pessoas assinaram uma petição com um objetivo muito claro: que a oitava temporada de «A Guerra dos Tronos» seja refeita com novos argumentistas. Os fiéis seguidores da trama, que já há algum tempo se afastou dos livros de George R.R. Martin, não param de mostrar o seu descontentamento para com o rumo que David Benioff e D.B. Weiss deram à história. O episódio 5 parece ter esgotado de vez a paciência da fandom, que exige que o desfecho da série mais popular da atualidade seja reescrito. Se não estão a par com os episódios, o melhor é pararem de ler aqui.

 

1.jpg

 

O boom das redes sociais veio alterar completamente a relação entre quem escreve as séries e quem as vê. Antes, escreviam-se cartas que talvez nunca chegassem ao destino, atualmente o acesso está muito mais facilitado e o seu impacto é mais audível. Quanto mais popular for a série, maior é a probabilidade de o queixume ser propagado pelos media. Exemplo disso é a atenção que se tem dado às críticas à última temporada, em particular à petição para esta ser refeita. O mesmo aconteceu com a suspeita de que Robert Pattinson seja o próximo a interpretar o Batman; a informação ainda está por confirmar e já há petições para que o ator seja afastado.

 

Resolvi apanhar boleia e apontar as coisas que gostava de ter visto em «A Guerra dos Tronos» e que, como não vi, acredito que merecem uma petição. Para os mais distraídos: sim, este texto não passa de uma ironia.

 

1. A presença de Lady Stoneheart

A versão zombie de Catelyn Stark (Michelle Fairley) foi uma das que foi 'cortada' na passagem dos livros para a TV. Depois do Red Wedding, esta não descansará enquanto não tiver a sua vingança.

 

2. O Jon a despedir-se como deve ser do Ghost

Confesso que o facto de o Jon (Kit Harrington) se despedir do Ghost com um olhar ou uma festa, não me faz qualquer diferença. No entanto, silenciaria as queixas que se têm ouvido a propósito disso e sobretudo o Diogo e a Juliana.

 

3. A morte de Cersei

Depois de tudo o que Cersei Lannister (Lena Headey) fez ao longo de oito temporadas, a sua morte pareceu demasiado 'boa' para alguém tão cruel.

 

4. O fan service de Jaime e Brienne

A relação intensa entre Jaime (Nikolaj Coster-Waldau) e Brienne (Gwendoline Christie) parece ter sido mais para agradar os fãs do que a história. Acabou tão depressa como começou, e tudo para Jaime correu para os braços da irmã.

 

5. O Rickon correr em zigue-zague

Uma das mortes de que menos gostei foi a do Rickon (Art Parkinson), no episódio Battle of the Bastards. Continuo sem perceber porque é que ele correu em linha reta, em vez de tentar escapar a Ramsay Bolton (Iwan Rheon).