Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Androids & Demogorgons

TV KILLED THE CINEMA STAR

Androids & Demogorgons

TV KILLED THE CINEMA STAR

Estreias 2019: As Minhas Escolhas de Abril

Nem só de «A Guerra dos Tronos» vive o seriólico, mas a verdade é que a estreia da última temporada da saga é o acontecimento televisivo mais importante do mês de abril (e quiçá de 2019). O inverno chegou, e não, não estou a referir-me à 'chuvada' que caiu hoje nalguns pontos do país. Como não há tempo para tudo, selecionei o top 5 entre as estreias absolutas e os regressos das próximas semanas, na TV portuguesa. Digam de vossa justiça e partilhem também as vossas escolhas.

 

game of thrones.jpg

 

Veep – HBO Portugal, 1 de abril

 

Julia Louis-Dreyfus tem marcado a comédia televisiva das últimas três décadas, sobretudo desde que entrou de rompante nas salas de estar do mundo inteiro em «Seinfeld». Com «Veep», ganhou seis Emmys por seis temporadas, e prepara-se agora para dizer adeus a uma das personagens mais peculiares do pequeno ecrã. Selina Meyer (Louis-Dreyfus) está em plena campanha e é um verdadeiro salve-se-quem-puder, com a sempre indispensável ajuda da sua equipa de elite. Depois de um interregno de quase dois anos, bem recheado de turbulência política em vários cantos do globo, «Veep» regressará certamente de língua bem afiada para pôr em dia os comentários incisivos de Selina e companhia.

 

Barry – HBO Portugal, 1 de abril

 

Coloquei «Barry» no topo de todas as listas que tive de fazer em 2018 e, pelo caminho, a série encontrou o reconhecimento merecido com os Emmys para Bill Hader e Henry Winkler, nas categorias de representação. A premissa da série é bastante invulgar: Barry (Hader) troca a vida de assassino contratado pela de ator de um teatro comunitário. No entanto, e perante a impossibilidade de equilibrar as duas vidas, Barry acabou por terminar a temporada na mó de baixo, levando a cabo uma decisão difícil. A segunda temporada arranca pouco depois da season finale, com Barry a tentar encontrar finalmente a sua veia de ator, enquanto tenta esconder os seus atos da primeira temporada. Será bem-sucedido?

 

Whiskey Cavalier – AXN Portugal, 10 de abril

 

Para quem estiver à procura de reajustar a sua taxa de séries-tipo-Castle, «Whiskey Cavalier» apresenta-se como uma séria candidata para cumprir as quotas mínimas. Will Chase (Scott Foley) e Frankie Trowbridge (Lauren Cohan) são forçados a trabalhar em conjunto, apesar das diferenças, e a química arranca logo nos píncaros. Velho conhecido dos fãs de «Scandal», Scott Foley é o eterno miúdo mal-comportado, que promete conquistar novamente a audiência com muito charme e algum jeito para a representação. Embora o argumento não se apresente como nada de novo, caindo insistentemente no cliché FBI/CIA, a mais recente aposta do AXN irá certamente cumprir em termos de diversão.

 

A Guerra dos Tronos – HBO Portugal e Syfy, 15 de abril

 

É a estreia mais aguardada dos últimos anos. «A Guerra dos Tronos» vai chegar ao fim, a série primeiro do que os livros, e as expetativas estão seguramente em alta. Pela primeira vez, os episódios serão emitidos em Portugal ao mesmo tempo que nos Estados Unidos, tanto na HBO como no Syfy, na madrugada de domingo para segunda-feira, 15 de abril. Artigo especial aqui.

 

No Good Nick – Netflix, 15 de abril

 

Melissa Joan Hart e Sean Astin são os protagonistas de uma das principais estreias na Netflix em abril, «No Good Nick». Trata-se de uma comédia familiar, composta por 20 episódios, que retrata a inesperada história de vingança de Nick (Siena Agudong), que se apresenta como uma familiar distante. Focada em acertar contas com Liz (Melissa Joan Hart), Ed (Sean Astin) e companhia, a jovem rebelde acaba por se aproximar do grupo e, a partir daí, os seus objetivos deixam de ser tão claros como antes. Uma comédia previsível, mas divertida.