Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Androids & Demogorgons

TV KILLED THE CINEMA STAR

Androids & Demogorgons

TV KILLED THE CINEMA STAR

Emmys 2018: Quem Vai Ganhar os "Óscares" da Televisão?

Se são fãs de séries, sabem qual a importância desta cerimónia. Se a vossa 'cena' é mais cinema, basicamente os Emmys são tão importantes para os seriólicos como os Óscares para os cinéfilos. Uma importância relativa, é certo, mas o facto de ficarmos a torcer pelas nossas séries e atores favoritos deixa-nos tão 'agarrados' como o típico cinéfilo que não gosta assim tanto de cerimónias de prémios, mas gosta ainda menos de perder.

 

 

Na antecipação da cerimónia apresentada pela dupla do «Saturday Night Live» Colin Jost e Michael Che, deixo os meus two cents sobre o assunto. Antes de seguirem viagem comigo, tomem nota: os Primetime Emmy Awards acontecem na madrugada de segunda para terça-feira e, em Portugal, são emitidos pela SIC Caras. Não sejam como aquelas pessoas que se enganam e aparecem todas arranjadas para um casamento... um dia antes (beijinho Filipa). Mas vamos lá ao que interessa...

 

 

 

Série Limitada/TV Movie: Ator | Atriz | Ator Secundário | Atriz Secundária | Série

Série de Comédia: Ator | Atriz | Ator Secundário | Atriz Secundária | Série

Série de Drama: Ator | Atriz | Ator Secundário | Atriz Secundária | Série

 

 

CATEGORIAS SÉRIE LIMITADA/TV MOVIE

 

Com o grande sucesso de 2017, «Big Little Lies», fora da corrida (a segunda temporada só sai em 2019), cabe o favoritismo ao grande vencedor de há dois anos, Ryan Murphy. Na altura, a primeira temporada de «American Crime Story», que abordou o mediático julgamento de O.J. Simpson, venceu um total de nove Emmys, incluindo Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Ator Secundário e Melhor Série Limitada. Embora «Feud», também com produção executiva do criador de «Glee» e «American Horror Story», tenha sido incapaz de seguir as pisadas da predecessora há um ano – ficou a zeros nas categorias principais – muitos confiam em nova 'galinha dos ovos de ouro' para o império de Murphy. Será que têm razão?

 

1.jpg

 

MELHOR ATOR

 

Nomeados: Antonio Banderas, Genius: Picasso; Benedict Cumberbatch, Patrick Melrose; Darren Criss, O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story (The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story); Jeff Daniels, The Looming Tower; Jesse Plemons, Black Mirror "USS Callister"; John Legend, Jesus Christ Superstar Live in Concert

 

Com quatro nomeações prévias por «Sherlock» e uma por «Parade's End», Benedict Cumberbatch tenta alcançar a segunda vitória nesta categoria. Como principal adversário tem Darren Criss, outrora apenas o 'menino bonito' de «Glee», cantor e estrela em ascenção da Broadway, que surpreendeu a audiência com uma interpretação muito forte em «O Assassinato de Gianni Versace», onde deu vida ao assassino em série Andrew Cunanan. Apesar de "USS Callister" ter vencido o galardão de Melhor TV Movie nos Emmys já atribuídos no fim de semana passado, não se antevê a vitória do seu protagonista, Jesse Plemons, sendo que Jeff Daniels se arrisca também a sair de mãos a abanar, ainda que possa vencer na categoria de Melhor Ator Secundário. Antonio Banderas poderia revelar-se a surpresa da noite, mas não apostem muito nisso.

 

 

Quem vai ganhar: Darren Criss
Possível surpresa: Benedict Cumberbatch
Quem devia ganhar: Darren Criss

 

A opinião de outros seriólicos (aquele que acertar mais ganha um Demogorgon de estimação)

1.jpg

 

MELHOR ATRIZ

 

Nomeados: Edie Falco, Law & Order True Crime: The Menendez Murders; Jessica Biel, A Pecadora (The Sinner); Laura Dern, The Tale; Michelle Dockery, Sem Deus (Godless); Regina King, Seven Seconds; Sarah Paulson, American Horror Story: Cult

 

Há um nome que se destaca imediatamente nesta lista: Laura Dern, a Melhor Atriz Secundária (Série Limitada) em 2017, por «Big Little Lies». Atendendo ao êxito estrondoso da longa-metragem «The Tale», que tem recebido críticas muito positivas, Laura Dern parte destacada rumo ao galardão. Michelle Dockery e Jessica Biel surgem logo a morder-lhe os calcanhares, pelo que não devemos fechar a porta a eventuais surpresas – sobretudo de Jessica, que contribuiu para a agradável surpresa de «A Pecadora». Eterna presença nas cerimónias de TV graças a «Os Sopranos» e «Nurse Jackie», Edie Falco é a underdog menos underdog desta lista, enquanto Regina King deverá ser castigada pela fraca qualidade de «Seven Seconds». Na sétima nomeação à estatueta, a quinta por «American Horror Story», Sarah Paulson dificilmente irá repetir a vitória de 2016, por «O Caso de O.J.: American Crime Story».

 

 

Quem vai ganhar: Laura Dern
Possível surpresa: Jessica Biel
Quem devia ganhar: Laura Dern ou Jessica Biel

 

1.jpg

 

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO

 

Nomeados: Brandon Victor Dixon, Jesus Christ Superstar Live in Concert; Edgar Ramírez, O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story; Finn Wittrock, O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story; Jeff Daniels, Sem Deus; John Leguizamo, Waco; Michael Stuhlbarg, The Looming Tower; Ricky Martin, O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story

 

Apesar de «O Assassinato de Gianni Versace» colocar três nomeados nesta luta a sete, ainda restam muitas dúvidas relativamente ao eventual favoritismo da segunda temporada de «American Crime Story». Desde logo porque, em termos de recetividade, a família Versace não teve o mesmo impacto na crítica e na audiência que o julgamento de O.J. Simpson. Caso confirme a vantagem na corrida, não será de estranhar ver Edgar Ramírez subir ao palco – ainda que a vitória recente de Lady Gaga nos Globos de Ouro dê força à hipótese Ricky Martin. Ou será que Michael Stuhlbarg vai finalmente ser premiado, depois de, recentemente, ter somado ao currículo «Fargo» e três nomeados (e vencedores) dos Óscares («A Forma da Água», «Chama-me Pelo Teu Nome» e «The Post»)? Embora seja uma categoria difícil de antecipar, tudo aponta para que Jeff Daniels possa voltar a cantar vitória – algo que não acontece desde 2013, altura em que venceu com «The Newsroom».

 

 

Quem vai ganhar: Jeff Daniels
Possível surpresa: Edgar Ramírez
Quem devia ganhar: Michael Stuhlbarg

 

1.jpg

 

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA

 

Nomeados: Adina Porter, American Horror Story: Cult; Judith Light, O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story; Letitia Wright, Black Mirror "Black Museum"; Merritt Wever, Sem Deus; Penélope Cruz, O  Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story; Sara Bareilles, Jesus Christ Superstar Live in Concert

 

Mais uma vez, e incontornavelmente, está em jogo uma questão muito direta: será «O Assassinato de Gianni Versace» um «O Caso de O.J.» ou um «Feud»? A primeira conquistou a Academia, a outra ficou-se pelas categorias técnicas. Como tal, embora seja provável uma disputa a duas, entre Penéople Cruz e Judith Light, com a espanhola a ganhar no sprint final, o prémio pode cair numa das (supostamente) menos favoritas. Nesse caso, destaca-se a brilhante Merritt Wever, premiada no passado por «Nurse Jackie» e agora num papel totalmente diferente em «Sem Deus». As outras candidatas parecem ter menos força, ainda que se possa premiar a carreira de Adina Porter – e pedir-lhe desculpa por ter sido ignorada tanto tempo – ou o êxito recente de Letitia Wright, que esteve em dois blockbusters («Black Panther» e «Vingadores: Guerra do Infinito»). Embora goste muito da Sara Bareilles, ainda não vai ser desta que ela vai dar 'música' aos Emmys.

 

 

Quem vai ganhar: Penélope Cruz
Possível surpresa: Merrit Wever
Quem devia ganhar: Merrit Wever

 

1.jpg

 

MELHOR SÉRIE

 

Nomeados: Genius: Picasso; Sem Deus (Godless); O Alienista (The Alienist); O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story (The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story); Patrick Melrose

 

A estatueta deveria ir para «O Alienista», para ser feita alguma justiça a uma série totalmente ignorada nas categorias de representação. No entanto, como a justiça não se faz por compensação, este deverá ser mais um duelo entre «O Assassinato de Gianni Versace» e «Sem Deus», com a primeira a partir em larga vantagem. Com alguns prémios no 'limbo', e dependentes da reação da plateia à adaptação de um dos crimes mais sonantes dos anos 90 – ainda que a polémica não seja necessariamente negativa, até porque se revela muitas vezes marketing grátis (veja-se «Insatiable») –, este é um dos que parece estar no 'papo'. Sobretudo porque nenhuma das outras séries indicadas teve a mesma popularidade.

 

 

Quem vai ganhar: O Assassinato de Gianni Versace
Possível surpresa: Sem Deus
Quem devia ganhar: Sem Deus

 

1.jpg

 

 

CATEGORIAS COMÉDIA

 

A história escreve-se nestas categorias sobretudo pelo que não vai acontecer. É impossível falar de Comédia sem mencionar «Transparent», uma das séries mais nomeadas nos últimos anos, e uma das maiores derrotadas na sequência dos escândalos sexuais que abalaram Hollywood desde o caso Weinstein. Jeffrey Tambor, o protagonista da série, foi um dos acusados e, como resultado da polémica, a quinta temporada ainda não tem data de estreia e a quarta, lançada em setembro de 2017, passou ao lado dos Emmys. Já Julia Louis-Dreyfus não poderá chegar à sétima vitória consecutiva como Melhor Atriz de Comédia, uma vez que «Veep» não teve novos conteúdos lançados em 2018. A sétima e última temporada chega só em 2019.

 

1.jpg

 

MELHOR ATOR

 

Nomeados: Anthony Anderson, Black-ish; Bill Hader, Barry; Donald Glover, Atlanta; Larry David, Calma, Larry (Curb Your Enthusiasm); Ted Danson, The Good Place; William H. Macy, No Limite (Shameless)

 

Esta é uma das categorias mais imprevisíveis da noite. Donald Glover e Bill Hader partem na frente, mas a vitória de Ted Danson não seria propriamente uma surpresa. Enquanto muitos consideram que Donald, o vencedor do ano passado pela primeira temporada de «Atlanta», se superou no regresso da série, outros não conseguem esquecer a coroação do talento de Bill Hader numa série feita à sua medida. Já para quem viu Ted Danson em «The Good Place», é praticamente impossível não torcer por ele, por diversos motivos que não posso enumerar por serem, na sua maioria, spoiler. Por outro lado, Anthony Anderson merece vencer um Emmy por «Black-ish», mas ainda não deverá ser este ano. Choca-me sobremaneira que Larry David e William H. Macy nunca tenham sido premiados pelas suas séries, apesar de várias indicações, só que este ano tudo leva a crer que sejam cartas fora do baralho.

 

 

Quem vai ganhar: Donald Glover
Possível surpresa: Bill Hader
Quem devia ganhar: Ted Danson

 

1.jpg

 

MELHOR ATRIZ

 

Nomeados: Allison Janney, Vida de Mãe (Mom); Issa Rae, Insecure; Lily Tomlin, Grace & Frankie; Pamela Adlon, Better Things; Rachel Brosnahan, The Marvelous Mrs. Maisel; Tracee Ellis Ross, Black-ish

 

Pela primeira vez desde 2011, a resposta a "And the winner is..." não será Julia Louis-Dreyfus. A vitória é quase garantida para Rachel Brosnahan, que já levou a melhor sobre a concorrência nos Globos de Ouro deste ano, e deverá finalmente ter a celebração merecida na principal cerimónia de TV. As restantes nomeadas surgem vários furos abaixo, com Tracee Ellis Ross e Allison Janey na segunda linha, e o  fator-surpresa de Pamela Adlon ou Issa Rae não se adivinha provável. Numa categoria muito concorrida, custa ver a ausência de nomes como Alison Brie, de «GLOW», e Kristen Bell, de «The Good Place», que, ainda assim, também não estariam à altura de Rachel Brosnahan.

 

 

Quem vai ganhar: Rachel Brosnahan
Possível surpresa: Tracee Ellis Ross
Quem devia ganhar: Rachel Brosnahan

 

1.jpg

 

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO

 

Nomeados: Alec Baldwin, Saturday Night Live; Brian Tyree Henry, Atlanta; Henry Winkler, Barry; Kenan Thompson, Saturday Night Live; Louie Anderson, Baskets; Tituss Burgess, Unbreakable Kimmy Schmidt; Tony Shalhoub, The Marvelous Mrs. Maisel

 

Será que Alec Baldwin vai repetir a vitória de há um ano? A escolha nas categorias secundárias de Comédia foi uma resposta política a Donald Trump, com Alec Baldwin a 'roubar a cena' com a sua interpretação do candidato e depois presidente dos Estados Unidos no «Saturday Night Live». Ainda assim, e ao contrário de 2017, o ator parece ter a concorrência de peso de Henry Winkler e Tony Shalhoub, dois veteranos adorados pela crítica. O papel desastrado de Winkler em «Barry» pode ser o suficiente para levar a estatueta, dando o reconhecimento merecido a um performer que soma sete nomeações desde 1976 e nenhuma conquista. Brian Tyree Henry não seria um vencedor descabido, mas terá novas oportunidades, ao contrário de Tituss Burgess que, injustamente, se arrisca a nunca ser coroado pela sua prestação do outro mundo em «Unbreakable Kimmy Schmidt», entretanto cancelada.

 

 

Quem vai ganhar: Henry Winkler
Possível surpresa: Tony Shalhoub e Alec Baldwin
Quem devia ganhar: Henry Winkler

 

1.jpg

 

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA

 

Nomeados: Aidy Bryant, Saturday Night Live; Alex Borstein, The Marvelous Mrs. Maisel; Betty Gilpin, GLOW; Kate McKinnon, Saturday Night Live; Laurie Metcalf, Roseanne; Leslie Jones, Saturday Night Live; Megan Mullally, Will & Grace; Zazie Beetz, Atlanta

 

Ao contrário de Alec Baldwin, Kate McKinnon parece ter conseguido manter o buzz em torno das suas múltiplas personagens em «Saturday Night Live». A tal nível que a vitória de outra atriz nesta categoria, embora possível, parece altamente improvável. Isto levanta ainda outra dúvida, já muito discutida pela Internet fora: será que faz sentido ter o «Saturday Night Live» a colocar nomeados entre as séries de comédia? Enquanto não se sabe resposta definitiva, Alex Borstein deve ficar pelo caminho, só que já ninguém lhe tira o primeiro Emmy da carreira: há cerca de uma semana, levou para casa uma estatueta devido à voice over de diversas personagens de «Family Guy». Betty Gilpin parece não ter grandes hipóteses, mas seria provavelmente (a par da eventual vitória de Tatiana Maslany) um anúncio que me faria levantar da cadeira para celebrar.

 

 

Quem vai ganhar: Katie McKinnon
Possível surpresa: Alex Borstein ou Betty Gilpin
Quem devia ganhar: Betty Gilpin

 

1.jpg

 

MELHOR SÉRIE

 

Nomeados: Atlanta; Barry; Black-ish; Calma, Larry (Curb Your Enthusiasm); GLOW; Silicon Valley; The Marvelous Mrs. Maisel; Unbreakable Kimmy Schmidt

 

Desde 2015, altura em que a votação de Melhor Série foi aberta a todos os votantes, que «Veep» não dava hipótese à concorrência: nem mesmo a «Atlanta», em 2017. Agora que a série protagonizada por Julia Louis-Dreyfus não entra para as contas, a série vencedora não é fácil de prever, ainda que se deva centrar num combate a duas entre «Atlanta» e «The Marvelous Mrs. Maisel». Nem mesmo o facto de ser a última temporada deve valer a vitória a «Unbreakable Kimmy Schmidt», e o regresso de «Calma, Larry» aos nomeados, onde não constava desde 2012, também não deve ser completamente feliz. Mesmo reconhecendo a possibilidade ser um tiro completamente ao lado, coloco as minhas 'fichas' todas em «Atlanta», a Melhor Comédia para os Globos de Ouro, acreditando que os Emmys vão optar por premiar o génio de Donald Glover (e pensar que ele era só um 'puto' com piada em «Community»?).

 

 

Quem vai ganhar: Atlanta
Possível surpresa: The Marvelous Mrs. Maisel
Quem devia ganhar: GLOW

 

1.jpg

 

 

CATEGORIAS DRAMA

 

Com «A Guerra dos Tronos» de regresso aos nomeados depois de um ano de ausência, a caminhada de «The Handmaid's Tale» parece complicar-se na categoria-maior de Melhor Série. Apesar de ser inegável a qualidade de dramas como «Westworld», «This is Us» ou «Ozark», a concorrência é tão forte que estes intervenientes quase se tornam acessórios da festa dos outros. Assim como tem acontecido na história recente dos Emmys, os prémios de Drama devem ser os mais concorridos e surpreendentes da cerimónia, oferecendo tradicionalmente poucas certezas aquando das previsões. Apesar de tudo, esta é mais uma confirmação de que a saúde da TV está bem e recomenda-se: com séries desta dimensão e complexidade, o maior vencedor é mesmo o espectador.

 

1.jpg

 

MELHOR ATOR

 

Nomeados: Ed Harris, Westworld; Jason Bateman, Ozark; Jeffrey Wright, Westworld; Matthew Rhys, Os Americanos (The Americans); Milo Ventimiglia, This Is Us; Sterling K. Brown, This Is Us

 

Não há dúvida que esta categoria tem sido bem preenchida nos últimos anos, com a concorrência de peso a colocar sucessivamente Matthew Rhys de fora. À terceira nomeação consecutiva, o ator pode ter aqui a maior oportunidade de sair com a estatueta, naquela que é a temporada derradeira de «Os Americanos», e que se adivinha a disputa onde a série tem mais hipóteses de ganhar um Emmy que não seja para Margo Martindale (premiada duas vezes como Convidada). Com «This is Us» e «Westworld» a colocarem dois nomeados cada, os votos podem ser repartidos e permitir a emergência de Matthew (a de Jason Bateman é menos provável), ainda que não se possa ignorar a sucessão de vitórias de Sterling K. Brown, por «O Caso de O.J.» e «This is Us». Não obstante, custa imaginar que Jeffrey Wright não vai levar a estatueta pela 'brutalidade' que fez na segunda temporada de «Westworld».

 

 

Quem vai ganhar: Matthew Rhys
Possível surpresa: Sterling K. Brown ou Jeffrey Wright
Quem devia ganhar: Jeffrey Wright

 

1.jpg

 

MELHOR ATRIZ

 

Nomeados: Claire Foy, The Crown; Elisabeth Moss, The Handmaid's Tale; Evan Rachel Wood, Westworld; Keri Russell, Os Americanos; Sandra Oh, Killing Eve; Tatiana Maslany, Orphan Black

 

É difícil imaginar a categoria de Melhor Atriz sem pensar em Elisabeth Moss logo a seguir. Uma das grandes responsáveis pelo sucesso estrondoso de «The Handmaid's Tale» nos Emmys de 2017, a atriz esteve simplesmente arrasadora na segunda temporada da narrativa inspirada pelo livro de Margaret Atwood. Mesmo com Keri Russell a espreitar a premiação com a última temporada de «Os Americanos», ou Sandra Oh a querer confirmar a sua versatilidade em «Killing Eve», a estatueta não deverá escapar a Elisabeth. Claire Foy é uma surpresa pouco esperada e deve faltar novamente 'um bocadinho assim' a Evan Rachel Wood para sair por cima. Sendo que «Orphan Black» já acabou há um ano – em 2017 não era elegível devido à estreia tardia –, não se antecipa uma última homenagem (merecida, é certo) àquilo que Tatiana Maslany fez na série, ao interpretar cerca de 20 personagens. Fica o consolo da vitória da atriz, afastada por Ryan Murphy de «Pose» já em fase de andamento, nos Emmys de 2016.

 

 

Quem vai ganhar: Elisabeth Moss
Possível surpresa: Sandra Oh ou Keri Russell
Quem devia ganhar: Elisabeth Moss

 

1.jpg

 

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO

 

Nomeados: David Harbour, Stranger Things; Joseph Fiennes, The Handmaid's Tale; Mandy Patinkin, Homeland; Matt Smith, The Crown; Nikolaj Coster-Waldau, A Guerra dos Tronos (Game of Thrones); Peter Dinklage, A Guerra dos Tronos

 

Com o elenco de «The Crown» prestes a ser renovado, esta é a chance final de Matt Smith ser premiado pelo seu príncipe Philip – a colega de elenco Claire Foy já venceu o Globo de Ouro em 2017. Só que depois olho para o lado e vejo Mandy Patinkin que, ao contrário de Claire Danes, tarda a ser reconhecido pelo seu papel em «Homeland». Por seu lado, com «A Guerra dos Tronos» a ser uma clara fan favourite, mas com os votos a surgirem um ano depois da sétima temporada, prevê-se a 'explosão' de David Harbour, e a estatueta merecida para «Stranger Things». O ator foi nomeado também em 2017, mas não teve qualquer hipótese perante o Winston Churchill de John Lithgow. Caso contrário, Peter Dinklage arrisca-se mesmo a fazer a festa.

 

 

Quem vai ganhar: David Harbour
Possível surpresa: Matt Smith ou Peter Dinklage
Quem devia ganhar: David Harbour

 

1.jpg

 

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA

 

Nomeados: Alexis Bledel, The Handmaid's Tale; Ann Dowd, The Handmaid's Tale; Lena Headey, A Guerra dos Tronos; Millie Bobby Brown, Stranger Things; Thandie Newton, Westworld; Vanessa Kirby, The Crown; Yvonne Strahovski, The Handmaid's Tale

 

A indicação de vários intérpretes da mesma série pode ser sinal de divisão de votos e emergência de outro candidato, mas neste caso a estatueta dificilmente escapará a «The Handmaid's Tale», que já viu Samira Wiley ser premiada como Atriz Convidada. A dúvida reside somente em que vai ganhar: Ann Dowd venceu esta categoria no ano passado e Alexis Bledel foi premiada como Convidada, enquanto Yvonne Strahovski foi nomeada agora pela primeira vez. Contudo, a terrível Serena de Yvonne parece ser a mais bem colocada para garantir mais votos, ainda que só se possam ter certezas aquando do anúncio da vencedora. Thandie Newton e Vanessa Kirby seriam também vencedoras justíssimas, mas o elenco de nomeadas pode ser demasiado forte para permitir o destaque de uma outsider. Lena Headey poderia ganhar com uma divisão, mas Cersei deve ser incapaz de conquistar este trono (na sua quarta batalha).

 

 

Quem vai ganhar: Yvonne Strahovski
Possível surpresa: Ann Dowd ou Alexis Bledel
Quem devia ganhar: Yvonne Strahovski

 

1.jpg

 

MELHOR SÉRIE

 

Nomeados: A Guerra dos Tronos (Game of Thrones); Stranger Things; Os Americanos (The Americans); The Crown; The Handmaid's Tale; This Is Us; Westworld

 

Não coloquem já esta estatueta como garantida para «The Handmaid's Tale». Apesar do sucesso absoluto na cerimónia de há um ano, a verdade é que «A Guerra dos Tronos» não era elegível e, como tal, não conseguiu celebrar a terceira vitória consecutiva na categoria (assim como «Veep», ganhou sempre desde que o voto foi aberto a todos). O Emmy dificilmente escapará a uma destas duas séries, mas qual levará a melhor? Será que o facto de «A Guerra dos Tronos» não ter tido qualquer episódio em 2018 pode ajudar a 'esquecer' a chegada do inverno? Dificilmente, até porque não há dúvidas sobre qual das duas séries tem mais seguidores na plateia... Torna-se quase inglório centrar a discussão em duas séries atendendo à qualidade dos restantes nomeados, até porque «Os Americanos» se arriscam a sair de cena sem qualquer Emmy, mas não se antecipa qualquer surpresa.

 

 

Quem vai ganhar: A Guerra dos Tronos
Possível surpresa: The Handmaid's Tale
Quem devia ganhar: The Handmaid's Tale

 

1.jpg

 

 

Tabela de bitaites:

Catarina Duarte, Denise Liege, Diogo Gonçalves, Filipa Mota, Juliana Melo, Kyle Sousa, Marcos Rodrigues, Marisa Figueiredo, Patrícia Santos, Rute Facote, Sara Castro, Tatiana Sá Silva