Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Androids & Demogorgons

TV KILLED THE CINEMA STAR

Androids & Demogorgons

TV KILLED THE CINEMA STAR

13 Séries Para 'Maratonar' no Halloween

A lista de afazeres do Halloween não é só composta por festas e disfarces. Assim como a generalidade das coisas que compõem o lado fantástico da vida - e os outros lados também-, o Halloween é uma boa desculpa para fazer uma maratona a 'sério' de séries. De modo a evitarem tropeçar em abóboras, ser caçados por bruxas ou encurralados por um gangue de fantasmas, o ideal é ficarem à frente do ecrã. No entanto, procedam por vossa conta e risco: há um Upside Down que provoca calafrios, um caçador ainda longe do seu «Silêncio dos Inocentes» e cidades repletas de segredos tenebrosos. O melhor mesmo é levarem um amigo.

 

Hannibal

 

 

Em terra de remakes e prequelas, quem tem criatividade é rei. O criador Bryan Fuller reinventa o passado de um dos vilões mais assombrosos da história da literatura e do cinema, Hannibal Lecter. Com três temporadas, esta é uma série que bebe muito do estilo de «Pushing Daisies», do mesmo criador, mas com um toque retorcido e macabro de malvadez.

 

Stranger Things

 

 

Uma das séries mais populares de 2016 regressou na sexta-feira, 27, com nove episódios de cortar a respiração. A alta velocidade, a nada pacata localidade ficcional de Hawkins mal tem tempo de assinalar o Halloween: não há tempo para monstros a fingir, porque os reais estão à espreita. Assim como, claro está, os míticos anos 80 e o imaginário que estes transportam.

 

American Horror Story: Cult

 

 

Qualquer uma das temporadas de «American Horror Story» pode ser o cenário ideal de uma noite recheada de suspense e terror. Na sétima, atualmente no ar, a ambiente de Brookfield Height desenha-se com o traços obscuros de fobias, intensificadas pela eleição de Donald Trump, manipulação e um culto. E muito mais que se vai revelando pelo caminho...

 

Mindhunter

 

 

Lançada numa sexta-feira 13 pela Netflix, provou ser um sinal de sorte - a nossa - num dia atormentado historicamente pelo azar. Com uma narrativa inspirada pelos procedurais que marcam a rotina televisiva, «Mindhunter» viaja ao passado para mostrar a mudança aguçada de paradigma que permitiu ao FBI estar à altura dos serial killers. Uma viagem imprópria para cardíacos.

 

Wayward Pines

 

 

Quando um agente dos Serviços Secretos é incumbido de investigar um caso misterioso nesta localidade aparentemente banal, não adivinha onde se vai meter. Com contornos de um mistério sórdido, que se esconde mais do que se revela, Wayward Pines é o palco arrasador de uma luta inesperada - e de vida ou morte.

 

Twin Peaks

 

 

Sejam as temporadas dos anos 90 ou o regresso assinado (novamente) por David Lynch e Mark Frost este ano, «Twin Peaks» é sempre uma boa série para fazer maratona. Cenário de um dos enigmas que mais tem assombrado os seriólicos, a localidade representa um desafio constante à forma como encaramos a ficção, a realidade, e tudo o que se encontra, e fica, pelo caminho.

 

Penny Dreadful

 

 

Quase que bastava o elenco galáctico para nos convencer a ver «Penny Dreadful», mas as suas personagens e narrativa também são do outro mundo. Um reavivar dos pesadelos, com raízes profundas no folclore e no terror, ambientado na Londres Vitoriana e no confronto intemporal entre os caçadores e os fantasmas que tentam travar.

 

Witches of East End

 

 

Uma das sugestões mais soft desta lista, é uma fantasia composta por muita magia, comédia e... falta de jeito. Apesar de o ciclo não ter sido completamente fechado - a série foi cancelada após duas temporadas -, esta é uma narrativa fácil de ver e com a dose certa de terror para quem foge a 'sete pés' do género.

 

Hemlock Grove

 

 

Um homicídio brutal que dá início a uma perseguição sem igual. Uma narrativa que joga com os géneros de terror, crime e drama para 'pintar' uma realidade alternativa medonha. Não há mistério sem senão, pelo que a resposta vai ser tudo menos rápida ou fácil. Os monstros saem à rua, mas nem todos usam um disfarce: há um bem real e nenhum dos habitantes está a salvo.

 

Slasher

 

 

Falar em localidades suspeitas conduz diretamente a «Slasher». Sara regressa à pequena povoação onde cresceu e onde os seus pais foram assassinados de forma terrível. O tempo passou, mas o terror continua bem presente e uma nova série de homicídios, idênticos, escancara as portas, nunca fechadas completamente, de um trauma inimaginável.

 

Carnivàle

 

 

Em 2003, a HBO lançou uma série que ameaçou a ténue fronteira entre o Céu e o Inferno. Aproxima-se uma guerra extraterrestre e, de forma inexplicável, duas pessoas aparentemente banais revelam-se elementos-chave deste confronto. O ambiente é o da Grande Depressão, que marca o reencontro - e convívio 'amigável' - entre os fantasmas da ficção e da História.

 

Lore

 

 

O que acontece quando se junta um produtor-executivo de «The Walking Dead» a um produtor-executivo de «Ficheiros Secretos»? A resposta é dada em «Lore», a (re)imaginação do universo criado pelo podcast de Aaron Mahnke, que analisa acontecimentos suspeitos que construíram e alimentaram alguns dos nossos maiores pesadelos. Todas as lendas têm a sua parte de verdade...

 

Dark Shadows

 

 

Tim Burton levou para os cinemas, em 2012, «Sombras da Escuridão» (Dark Shadows, título original), um filme inspirado numa série com o mesmo nome dos anos 60 - que, por sua vez, já tinha merecido um remake em 1991. Integra esta lista a série estreada em 1966 - e terminada em 1971 -, que conta as aventuras tenebrosas da abastada família Collins. No centro, como sempre, está Barnabas.

 

 

Boa maratona!!

05horror2-master768.jpg